nSLA: Network SLA

Instalando o nSLA

Para instalar o nSLA por favor siga os passos para cada módulo necessário.

Módulo:


Automato

1) Plataforma J2SE
É necessário para o automato ter o J2SE instalado com versão 1.4.2, pois o automato precisa de bibliotecas apenas presentes nesta versão. A instalação pode ser encontrada para seu sistema operacional no site oficial do java, e não necessárimente o SDK, a Runtime Enviorment (RE) do J2SE já é o suficiente.

2) Obtenha os pacotes JAR
Para funcionar o automato não é necessário nenhuma configuração muito especial. Apenas faça o download do pacote standalone que possui na seção de downloads do nSLA, e extraia os arquivo em alguma pasta. Em nosso exemplo iremos fazer a extração no pasta "/nsla".

Na pasta de extração, irá ser colocado todos os JARs necessários para a execução.

4) Configurando o Automato
Dentro da pasta instalada, abra o arquivo "db.proprieties", nele configure o banco de dados instalado. De padrão, este arquivo está configurado para acessar o banco de dados da própria máquina, acessar o banco de dados de nome "nsla", com usuário "root" e não colocando senha. Caso esta configuração não seja a sua, mude o arquivo conforme o modelo abaixo:

nsla.driver=org.gjt.mm.mysql.Driver
nsla.url=jdbc:mysql://IP_DO_BANCO_DE_DADOS/NOME_DO_BANCO_DE_DADOS_COM_O_NSLA
nsla.user=NOME_DE_USUARIO_DO_BANCO
nsla.password=SENHA_DE_USUARIO_DO_BANCO

3) Executando o automato
Para testar se todos os atributos necessários foram configurados corretamente, execute o automato, para isso o arquivo run.bat, tem a linha do comando para o sistema operacional Windows. Segue abaixo o exemplo de execução para sistemas operacionais Unix like.

$ java -cp nsla.jar:mysql-connector-java-3.1.1-alpha-bin.jar:snmp_lrg.jar br.ufsc.ine.nsla.Automaton

A execução irão mostrar dados de debug na tela, e caso algum erro seja detectado, este será jogado no arquivo log.txt, que será criado caso não exista. É importante que a pasta em que o nSLA for instalado o usuário que irá executar o comando tenha permissão de escrita para criar este arquivo de erros.

4) Agendando o automato
Na tarefa de coleta dos dados, será necessário que se crie um agendamento da tarefa de coleta. Para isto, utilize as configurações de seu computador. Para os sistemas operacionais Windows, existe o item "Tarefas Agendadas" no "Painel de Controle". Para o sistemas Unix Like existe o utilitário "crontab" que permite a execução de comando num determinado momento. É aconselhado um tempo entre medições de 5 minutos, para fazer isto no sistema operacional Unix, utilize a seguinte linha de comando:

$ echo "*/5 * * * * /home/nmis/nsla/run_nsla.sh > /dev/null" | crontab

Na linha de comando de exemplo, ele irá criar no agendados de tarefas, o comando de executar o arquivo que executa o autômato a cada 5 minutos (*/5) com o usuário logado na máquina.

Para acompanhar o funcionamento do automato, esse irá gerar um arquivo de log de erros. O arquivo nomeado log.txt terá os stacktrace dos erros ocorridos.